quarta-feira, 17 de julho de 2013

sobre o primeiro capítulo de Chiquititas

Com um elenco afinado e boas interpretações, com destaque para Giovanna Grigio (a protagonista Mili), Chiquititas se ateve ao trivial simples para garantir um bom primeiro capítulo. A autora Iris Abravanel, mulher de Silvio Santos e responsável pela adaptação de Chiquititas eCarrossel, tratou com leveza a história de um grupo de meninas órfãs que vive no orfanato Raio De Luz. O cotidiano idílico do núcleo central foi intercalado com cenas de crianças pedindo esmolas nas ruas de São Paulo. 
O clima infantil da novela foi garantido pela boa trilha sonora, que misturou composições da primeira versão – incluindo o clipe Até Dez coreografado pelas meninas do orfanato – a clássicos da música brasileira, como Piruetas, na voz de Chico Buarque. O cuidado dedicado às músicas que embalam a trama está diretamente ligado à estratégia da emissora de Silvio Santos em tentar repetir o sucesso de vendas de discos e outros produtos licenciados que acompanhou Carrossel.

Se mantiver o fôlego da estreia, Chiquititas vai representar mais uma vitória do saudosismo tão reverenciado pela emissora de Silvio Santos nos últimos tempos, que tem conseguido se manter em segundo lugar na audiência sem apresentar rigorosamente nada de novo à TV brasileira. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário